segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Braga 2 SPORTING C.P. 1


No regresso ao Minho, Domingos Paciência estreou o uruguaio Seba Ribas na frente de ataque, mas esta não foi a única novidade no onze verde e branco. Com três ex-arsenalistas na estrutura, Alberto Rodriguez regressou ao eixo defensivo, fazendo dupla com Onyewu, enquanto Evaldo também foi titular no lado esquerdo, actuando o argentino Insúa como extremo, e João Pereira na lateral direita. Matias jogou ao centro, como número dez, Capel, no flanco contrário, Schaars e Elias, lado a lado, como médios defensivos.O Braga entrou melhor no jogo graças à mobilidade dos homens da frente, mas o Sporting reagiu rapidamente em termos posicionais e também assustou Quim, com um remate de Capel à malha lateral da baliza arsenalista.No entanto, o Braga, apoiando-se em transições rápidas, ia criando perigo e Mossoró obrigou Patrício a grande intervenção. Do outro lado, ao minuto 20, foi a vez de Quim negar o golo a Insúa, após cabeceamento do argentino, na sequência de um cruzamento de Matias Fernandez.O Sporting equilibrou as forças na zona intermediária, mas faltava-lhe definir melhor o último passe. Mesmo assim, foi o Sporting a terminar por cima, o primeiro tempo, com um remate perigosíssimo de Matias Fernandez, a rasar a barra da baliza bracarense.No segundo tempo o Sporting entrou a todo o gás e Matias, um dos melhores dos «leões», atirou ao poste, logo aos 47 minutos, após excelente rotação na área. Contudo, foi o Braga a marcar, por intermédio de Hélder Barbosa, após desentendimento da defensiva «leonina». Um golo que desorientou a equipa e levou Domingos a colocar Carrillo (Insúa) em campo. Pouco depois, Hugo Viana, apoiou-se na forte meia distância para visar a baliza «leonina», mas Patrício respondeu com uma grande estirada para canto.No entanto, já faltava “gás” e algum discernimento colectivo ao Sporting. Aos 64 minutos, um erro de Rodriguez deu o 2-0 a Lima, complicando imenso a tarefa da equipa, mas dez minutos depois, Carrillo ainda deu alguma esperança aos «leões» reduzindo a diferença.
Na jornada que encerrou a primeira volta do campeonato, o Sporting perdeu três importantes pontos em Braga. Após uma boa resposta da equipa no primeiro tempo, os «leões» desconcentraram-se e sofreram dois golos, cabendo a Carrillo a autoria do tento verde e branco.

A partir daí o Sporting instalou-se no meio campo adversário e forçou o empate, mas o melhor que conseguiu foram dois remates perigosos à baliza de Matias e Bojinov.

Futebol - Liga Zon Sagres – 15.ª jornada
2012-01-15
Estádio AXA, em Braga
Árbitro: João Capela (Lisboa)
Árbitros assistentes: Nuno Roque e Tiago Rocha
4.º árbitro: Jorge Sousa.
Ao intervalo: 0-0

Sp. Braga: (1) Quim; (25) Salino, (5) Ewerton, (44) Douglão, (20) Elderson, (27) Custódio, (45) Hugo Viana, (30) Alan (cap.), (8) Mossoró (Luís Alberto (88), 68 m), (10) Hélder Barbosa (Carlão (83), 78 m) e (18) Lima (Paulo César (9), 87 m).
Treinador: Leonardo Jardim.
Suplentes não utilizados: (32) Berni; (6) Vinicius, (11) Rivera e (21) Nuno Gomes.

Sporting: (1) Rui Patrício; (47) João Pereira (cap.), (5) Onyewu, (2) Rodriguez, (6) Evaldo, (8) Schaars, (77) Elias (André Martins (28), 71 m), (14) Matías Fernandez; (11) Capel, (48) Insúa (Carrillo (18), 53 m) e (32) Ribas (Bojinov (7), 67 m).
Treinador: Domingos Paciência
Suplentes não utilizados: (12) Marcelo Boeck; (3) Carriço, (4) Polga e (25) Pereirinha.

Acção disciplinar: Cartão amarelo para Elias (28 m), Rodriguez (35 m), Insúa (49 m), Hugo Viana (52 m) e Paulo César (88 m).

Golos: Hélder Barbosa (51 m), Lima (64 m) e Carrillo (74 m).

Texto: Sandro Baguinho
Fotos: César Santos

www.sporting.pt

Sem comentários: